• Lucilvania Azeredo

HOME OFFICE: uma alternativa em tempos de COVID-19

Atualizado: há 2 dias



A recomendação é clara: FIQUE EM CASA.


A crise que afeta o Brasil e o mundo culminou em queda no faturamento de empresas brasileiras que tiveram suas portas fechadas e seus funcionários isolados em casa, na tentativa de evitar a disseminação da #doença infecciosa causada por um novo #coronavírus, a COVID-19.


A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é evitar o contato social e lugares com #aglomerações no intuito de que, menos pessoas sejam contaminadas e tenhamos melhores resultados no combate a propagação do vírus, reduzindo o número de vítimas pela #pandemia. E, não para por aí. A preocupação vai além da crise na saúde.


Em resposta aos avanços da Covid-19, inúmeros profissionais se viram obrigados a se reinventarem e partiram para um plano b na busca de estratégias para lidar com os impactos da repercussão da pandemia na economia e, também, com as novas demandas de mercado de trabalho.


Sem previsão para o fim do período de quarentena, medidas de contingências foram traçadas, entre elas, a adoção de novas formas de se trabalhar utilizando-se do trabalho remoto, que permite a realização da atividade profissional a distância e mantém a produtividade, seja ela online ou não, os chamados home office.


Na tentativa de se adequar a esse novo mercado, os profissionais das diferentes categorias, procuraram inovar aderindo as redes sociais como meio para a realizações de reuniões por videoconferências, compartilhamentos e transmissões ao vivo entre outros, através de aplicativos com plataformas gratuitas como WhatsApp, Skype e Zoom.


Um modelo que antes era mais usado entre as profissões voltadas à tecnologia, agora, tem sido fortemente incentivado e aderido por #empresas e #profissões mais tradicionais. Estudos recentes demonstram que, sem boas expectativas de que o isolamento termine a curto prazo, quase metade das empresas brasileiras aderiram ao home office como resposta à Covid-19. Sem gerar mais gastos para quem viu no home office uma oportunidade de continuar trabalhando, essas plataformas tem sido utilizadas como ferramentas de trabalho para esse perfil de novo empreendedor.


Com as alterações ocorridas de maneira abrupta, não houve tempo de planejamento e preparação desses profissionais que tiveram de se adequar a nova realidade. Esse novo modo de fazer as atividades é desafio para muitos que precisam se adaptar às novas demandas e novos protocolos em determinados funções, o que pode contribuir para o aumento do nível de estresse no trabalhador.


É claro, há quem já esteja familiarizado com essa modalidade de trabalho e tem, agora, chance de colher os bons frutos. Porém, há ainda, aqueles que precisam se render a esse modo diferente de abordagem para alcançar o público neste momento de turbulência, descobrir os pontos fortes do home office e aproveitar dos benefícios.


Trabalhar em casa, não ter o estresse do trânsito, não pegar ônibus lotado, não se preocupar com as mudanças no tempo, ter mais tempo para a família, se dedicar a outras atividades além do trabalho, praticar hobby ou atividade física, poder se organizar, escolher o melhor horário e ambiente para exercer o ofício são algumas das vantagens do home office que contribui para melhor qualidade de vida.


No entanto, não podemos nos iludir acreditando não haver pontos negativos com o que nos preocuparmos ao optar por esta modalidade de trabalho. As preocupações com os gastos mensais como contas fixas de água, luz, telefone e internet, gastos extras com a alimentação que aumentam a depender do número de pessoas e período em que permanecem em casa.


Também o isolamento social, resultado de demasiado tempo focado nas atividades de trabalho e pouca comunicação com o mundo externo que podem o levar a solidão, que é capaz de gerar transtornos psicológicos como a depressão e crises de ansiedade, prejudicando nossa qualidade de vida. A ideia aqui, é nos conscientizarmos quanto aos cuidados que precisamos tomar no trabalho em home office podendo melhor aproveitar dos benefícios que ele nos oferece. Fique atento!


A falta de organização e o acúmulo das tarefas diárias, podem ser apontadas aqui, como um dos maiores desafios para quem realiza o trabalho remoto. Portanto, lidar com as demandas do trabalho em home office, exigirá de cada pessoa e família uma boa organização das finanças, disciplina, concentração e o estabelecimento de prioridades.


Nesse caso, buscar a melhor forma de gerir o nosso #tempo (fazer um cronograma poderia ser uma boa ideia para facilitar essa tarefa), respeitar nosso limite e definir horários para a realização das #atividades evitando maiores danos à saúde com noites mal dormidas e o estresse por atividades atrasadas é fundamental para a garantir boa saúde e bem-estar.


Por fim, manter a atenção às necessidades da família de forma a reduzir os gastos, criar rotinas, estabelecer metas, fazer intervalos para descanso, pensar positivo e manter o equilíbrio, pode ser a melhor maneira de passar por esta fase sem grandes preocupações e danos à saúde física e psicológica.





0 visualização

E-mail: contato@actusprofissional.com.br

Whatsapp: 27 99997-7750

Endereço: Rua Castelo Branco, n°680, Praia da Costa, Vila Velha.

CNPJ 04.082.372/0001-65

Criado por Organika Mídias - 2019

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone